A Psicanálise é a ciência fundada por Freud (1856-1939) que modificou radicalmente o pensamento ocidental. Se até então apenas vislumbrávamos a nossa pequenez , a partir de Freud isto se confirma. O homem já havia sofrido alguns golpes à partir de Copérnico e Darwin que nos mostraram que assim como não nos situamos no centro do universo tampouco somos frutos de uma produção divina.

Não somos senhores de nós mesmos em nossa própria casa dirá Freud; nossos ideais, nossos sonhos, nossas burrices, nossas doenças e enfim nossas vidas encontram-se ligadas a aspectos e dinamismos íntimos desconhecidos por nós mesmos. A noção de inconsciente, tão popularmente difundida, remete-se a este campo de desconhecimento próprio. O tratamento psicanalítico tratará de construir ou reconstruir, junto com o sujeito, os caminhos e sentidos de seus desejos (inconscientes) possibilitando-o usufruir de sua vida de uma maneira menos repetitiva e mais criativa.

A Psicanálise talvez seja o movimento que mais produziu desdobramentos teóricos à partir de diversos psicanalistas. A grosso modo temos dois grandes ‘braços’, a escola inglesa com Melanie Klein e a escola francesa com Jaques Lacan.

Sugestões de leituras:

Herrman, F. - O que é psicanálise. Ed. Abril/Brasiliense (Coleção Primeiros Passos), 1984.

Cezarotto O. / Souza Leite, M. P. de. - O que é psicanálise. Ed. Brasiliense (Col. Prim. Passos), 1992