“A Psicologia Analítica de Carl Gustav Jung (1875-1961), assim denominada por ele para diferenciar-se da Psicanálise de Freud, constitui-se numa das vertentes mais importantes das chamadas psicologias profundas. Profundas porque partem da suposição de que a psique envolve muito mais do que aquilo que a pessoa percebe através da experiência, tanto do mundo externo como da sua própria vida interior.” Uma das características fundamentais da Psicologia Analítica é a postulação do inconsciente coletivo, o qual compreende aspectos que não são específicos da história da pessoa, mas herança da história do próprio homem. Sombra, processo de individuação, arquétipos, anima e animus são todos conceitos do seu campo teórico. (Guia Psi - Texto base de Maria Eugênia Vanzolini)

Sugestões de leituras:

Jung,C.G.- Memórias, sonhos e reflexões. Compilação de Aniele Jaffé. Ed. Nova Fronteira, 1889.

Silveira, N. - Jung, vida e obra. Ed. Paz e Terra, 1978.