Um indivíduo interessado em psicoterapia grupal, geralmente faz entrevistas iniciais individualizadas com um coordenador de grupos. Este coordenador de grupos, a partir do que escuta dos problemase do sofrimento deste indivíduo que o procura, avalia a pertinência do trabalho grupal, e pensa qual a composição grupal mais proveitosa para este indivíduo particular, que possui suas características e sua conflitiva pessoal. Após eleger o grupo mais indicado para este determinado indivíduo, inicia-se um processo grupal, cuja freqüência pode variar de uma ou duas vezes por semana, com duração de cerca de duas horas cada sessão grupal.

O grupo psicoterapêutico é um dispositivo que reune diversos indivíduos isolados em suas questões pessoais mas que podem converter-se em problemas grupais, à medida que uns escutam aos outros. Coordenadas pelo psicoterapeuta grupal, a conversa entre os indivíduos tece uma rede comum, trançada a partir das expectativas de cada um que fala em relação aos outros que participam e pelas histórias anteriormente compartilhadas. Cada vivência coletiva que alcança um sentido, significa um nó que fortalecea rede grupal. Esta rede grupal sustenta e ampara cada indivíduo do grupo no mergulho que ele faz diante de seus outros, ao investigar sua conflitiva, agora, já não-individual.