As psicoterapias individuais são certamente os métodos de mais assentada conceituação e aplicação clínica, pois tem uma herança teórico-técnica, que favorece o desenvolvimento deste tipo de modalidade psicoterápica. Dentro desta modalidade de psicoterapia existem variações na forma de abordagem do trabalho. As técnicas necessárias para trabalhar com uma criança são diferentes da de um adolescente e que são diferentes da de um adulto. Como são também diferentes as técnicas usadas com pacientes dependentes de drogas, com pacientes psicóticos e com pacientes excepcionais. Portanto, os conhecimentos que o profissional precisa variam, o que faz com que estes se especializem em áreas específicas do saber psicológico e conseqüentemente realizem um trabalho mais eficiente.